A moda dos anos 20 e 30

PRINCIPAL
A moda nos dos anos 20 era uma silhueta tubular

Moda dos anos 20

A moda nos dos anos 20 era uma silhueta tubular

A silhueta dos anos 20 era tubular, com os vestidos mais curtos, leves e elegantes, geralmente em seda, deixando braços e costas à mostra.

As meias eram em tons de bege, sugerindo pernas nuas.

O chapéu, até então acessório obrigatório, ficou restrito ao uso diurno.

O modelo mais popular era o “cloche”, que só podia ser usado com os cabelos curtíssimos, a “la garçonne”, como era chamado.

Os tecidos finos, as cores pálidas como bege, creme e branco eram as preferidas.

Os vestidos soltos terminavam no joelho, não tinha cintura marcada, eram acinturados na altura do quadril.

Charleston surgiu nos anos 20 na cidade de Charleston, Carolina do Sul. A dança é caracterizada por movimentos dos braços e projeções laterais rápidas dos pés. Originalmente era dançada apenas pela comunidade afro-americana, depois da 1º Guerra Mundial passou a ser um divertimento nos cabarés.

 

A moda dos anos 30 descobriu o esporte

Moda dos anos 30

 

Com a crise de 1929, a queda da Bolsa de Valores de Nova York provocou uma crise econômica mundial. Milionários ficaram pobres de um dia para o outro, bancos e empresas faliram e milhões de pessoas perderam seus empregos.

Diferentemente dos anos 20, os anos 30 redescobriram as formas do corpo da mulher através de uma elegância refinada e sem grandes ousadias.

As saias ficaram longas e os cabelos começaram a crescer. Os vestidos eram justos e retos, além de possuírem uma pequena capa ou um bolero, também bastante usado na época.

Em tempos de crise, materiais mais baratos passaram a ser usados em vestidos de noite, como o algodão e a casimira.

A moda dos anos 30 descobriu o esporte, a vida ao ar livre e os banhos de sol.

Os mais abastados procuravam lugares à beira-mar para passar períodos de férias.

Seguindo as exigências das atividades esportivas, os saiotes de praia diminuíram, as cavas aumentaram e os decotes chegaram até a cintura, assim como alguns modelos de vestidos de noite. Acreditam que foi a evolução dos trajes de banho a grande inspiração para tais roupas decotadas.

A mulher dessa época devia ser magra, bronzeada e esportiva, o modelo de beleza da atriz Greta Garbo. Seu visual sofisticado, com sobrancelhas e pálpebras marcadas com lápis e pó de arroz bem claro, foi também muito imitado pelas mulheres.

O cinema foi o grande referencial de disseminação dos novos costumes, através de suas estrelas como Marlene Dietrich que começou a vestir calças comprida.

O corpo feminino voltou a ser valorizado e os seios também voltaram a ter forma. A mulher então recorreu ao sutiã e a um tipo de cinta ou espartilho flexível. As formas eram marcadas, porém naturais.

0 Comments

Leave a reply

X